Mais um Dia

Luzes do amanhecer refletem nos prédios da Cremação. Belém,Pará, Brasil. Foto Paulo Santos 22/05/2015

Amazônia Real

Debate em Manaus propõe reflexão sobre o desmatamento da Amazônia e a crise hídrica no Brasil.

A agência de jornalismo Amazônia Real convida os jornalistas, estudantes de Comunicação Social e interessados no tema socioambiental para participar do debate O desmatamento da Floresta Amazônica e a Crise Hídrica no Brasil,  dia 29 de abril, das 14h às 17h, na Galeria do Icbeu, na rua Joaquim Nabuco, no centro de Manaus.

Mais informações Amazônia Real 

MANAUS AM 26 10 2010 RECORDE VAZANTE- SECA AMAZONAS. Marleice Oliveira 13 anos busca agua na cacimba, única fonte de água potável da comunidade de Bacuri, em Tefé. Chegada da ajuda humanitária a   a comunidade de Bacuri em Tefé, onde foram distribuidas 1280 cestas de alimentos e kits de higiene para 64 famílias que vivem praticamnte isoladas.   A Defesa Civil do Amazonas começou a distribuição de kits de alimentação em 6 comunidades da região do Médio Solimões, serão 130 toneladas em 6 nas comunidades mais iisoladas onde só é possível chegar por meio de helicóptero do Exercito. A operação feita pelo 4o_ Batalhão de Aviação do Exército BAVEX em comunidaes de Tefé, Alvarães e Uarini. (Foto Alberto Cesar Araujo)

Na Periferia de Belo Monte

Mais de cinco mil casas devem ser demolidas na cidade Altamira (PA) antes que o Rio Xingu seja barrado definitivamente. Cerca de três mil já foram abaixo. As ruas próximas à orla estão repletas de entulho de construção. A negociação para a demolição de outras duas mil casas prossegue entre os que vivem onde será o reservatório da usina de Belo Monte e a empresa que a está construindo, a Norte Energia. Ler toda matéria >>  Fonte:  ISA

Mais imagens Belo Monte >> Acervo H

Os Carregadores de Açaí

Fotos Paulo Santos

Trabalhadores descarregam os paneiros de açaí.

Fotos Paulo Santos
Galerias de Belém

Sai Reforma no Ver-o-Peso

Romaria Fluvial
Romaria Fluvial 2014

Prestes a completar 400 anos, a cidade de Belém, no Pará, receberá, no dia 23 de março, a inauguração da primeira obra do PAC Cidades Históricas no Estado: a revitalização do centenário Mercado de Peixe, que faz parte do conjunto arquitetônico e paisagístico do Ver-O-Peso, tombado pelo Iphan em 1977.
O programa é uma das frentes de atuação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Na ocasião, serão entregues também as obras da Igreja do Carmo; da Capela da Ordem Terceira; e da pequena Capela da Adoração.

As quatro construções, que contam a história de ocupação da região, agora, poderão continuar a povoar a memória de seus habitantes, em um momento, no qual o desafio da preservação patrimonial não é só o de manter estruturas e sim reforçar vínculos afetivos e as relações simbólicas, integrando-os, cada vez mais, a vida social da cidade.

Ver mais >> IPHAN

Fotos Paulo Santos

Acervo H

Energia problemática

A hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará, devia começar a transferir energia para o sudeste do país dentro de cinco dias. A data estabelecida no contrato de concessão era 28 de fevereiro de 2015, mas a obra está atrasada pelo menos um ano…


Ler mais >> 

A índia TuíraKaiapó  (foto P&B) passa seu facão no rosto de José Antônio Muniz Lopes, diretor da Eletronorte, em protesto pela criação da hidrelétrica de Kararaô,  hoje UHE Belo Monte, durante o I Encontro das Nações indígenas do Xingu.

Altamira, Pará, Brasil.  Foto Paulo Jares  1989


Implantação da Unidade Hidrelétrica de Belo Monte e, a cidade de Altamira, uma das principais atingidas pela implantação do projeto

Altamira, Pará, Brasil.  Foto Paulo Santos  11/2013

Ver mais imagens >>

A Prisão dos Criminosos


Raifran das Neves Sales o Fogoió, Clodoaldo Carlos Batista conhecido como Eduardo e Amair Feijoli da Cunha, o Tato, são presos em Anapu e Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, se entrega em Altamira a comissão do senado que investiga a morte da freira e é trazido a Belém. 2005.

Anapu, Pará, Brasil.   Fotos prisão em Anapu por Cadu Gomes  21/02/2005

Belém, Pará, Brasil.   Fotos prisão Bida por Paulo Santos  27/03/2005

Ver mais  >>  A Prisão dos Criminosos

Dorothy Vive


 Manifestações no municipio de Anapu lembram o primeiro ano do assassinato de Dorothy Stang . 2006

Anapu, Pará, Brasil  Fotos: Paulo Santos  12/02/2006
Ver mais >>  Dorothy Vive

Amair Feijoli o Intermediário


Amair Feijoli da Cunha, o Tato, acusado de ser o intermediário no assassinato de Dorothy Stang é julgado e condenado a 18 anos de prisão. 2006

Belém, Pará, Brasil.  Fotos Paulo Santos  26/04/2006
Ver mais >>   Amair  Feijoli  o Intermediário

O Carnaval na Lama de Curuçá


O tradicional bloco Pretinhos do Mangue, que usa como fantasia a lama dos manguezais de Curuçá, no nordeste do estado, desfilou neste domingo pelas ruas do município. A brincadeira ocorre há 26 anos e, com isso, tenta transmitir uma mensagem de preservação ambiental. O bloco volta às a partir das 17h desta segunda-feira . Foliões entram no manguezal se sujando de lama durante o carnaval no litoral do Pará.

Curuçá, Pará, Brasil.   Fotos Ney Marcondes   15/02/2015

Indulto para os Condenados


Clodoaldo Carlos Batista (camisa azul) e Amair Feijoli da Cunha o Tato, ambos condenados respectivamente a 17 e 18 anos pela execução da missionária americana Dorothy Mae Stang, sairam às 8h deste sábado (9), do Centro de Recuperação do Coqueiro. Eles foram beneficiados pela saída temporária para o dia dos pais. Os dois progrediram de regime em janeiro e fevereiro deste ano, por já terem cumprido o regime fechado, passando para o semi-aberto. 2008

Belém, Pará, Brasil  Fotos: Paulo Santos   09/08/2008
Ver mais  >>  Indulto para os Condenados

Mandantes no Banco dos Réus


O fazendeiro Regivaldo Pereira Galvão, o “Taradão”, acusado de ser o principal mandante da morte da missionária Dorothy Stang, ocorrida na manhã de 12 fevereiro de 2005, em Anapu, enfrenta hoje o Tribunal do Júri no Fórum Criminal de Belém.

Belém Pará Brasil. Fotos Paulo Santos  30/04/2010
Ver mais >>  Mandantes no Banco dos Réus

BLOGH

É o ambiente de discussão para fotógrafos, jornalistas, educadores, estudantes e pesquisadores, que acreditam no conhecimento e na comunicação como bens de valor estratégico para o desenvolvimento sustentável na Amazônia, a maior reserva de vida do planeta.