A Comunidade do Arraiol

Protocolos comunitários no Arquipélago do Bailique-AM
Associação das Comunidades Tradicionais do Bailique.

Protocolos comunitários no Arquipélago do Bailique-AM
Associação das Comunidades Tradicionais do Bailique.

Comunidade do Arraiol

Comunidade do ArraiolArraiol ok V2 from Acervo H on Vimeo.

Config 1 ERS

O Lixo Que Veio do Céu

Fotos Tarso Sarraf
Mais imagens >> Acervo H  e  Lixo Espacial

Território Zo’é

Os Zo’é entraram para a história como um dos últimos povos “intactos” na Amazônia. Seu contato com missionários protestantes norte­americanos e com sertanistas da Funai foi largamente noticiado pela mídia, que em 1989 divulgou as primeiras imagens deste povo tupi, até então vivendo uma situação de isolamento.
A Funai tinha conhecimento da existência do grupo desde pelo menos o início dos anos 70, quando procedeu ao levantamento dos grupos isolados que estavam na rota da construção da rodovia Perimetral Norte (BR­210). Na época, o contato com o grupo do Cuminapanema foi planejado, mas a interrupção das obras da Perimetral levaram a Funai a desistir do contato.
Ler mais >> Instituto Socioambiental
Ensaio Beto Barata

O fotógrafo Beto Barata iniciou sua carreira em 1996 como estagiário do depto. fotográfico do jornal Correio Braziliense. Nestes dezenove anos de profissão atuou nas redações dos jornais The Brazilians (EUA) e Folha de S. Paulo (Sucursal Brasilia), na revista Isto é Gente e nas agências Eclipse Photo Agency (EUA), Photoagência e Associated Press (EUA). Em 2001 foi contratado pelo jornal O Estado de S. Paulo aonde permaneceu até o ano de 2013, tendo atuado tanto na sede em São Paulo como na sucursal Brasília. Em 2010 foi convidado a fazer parte do acervo permanente da galeria de fotografias Fine Art, A Casa da Luz Vermelha, de propriedade do fotógrafo Kazuo Okubo. Atualmente faz trabalhos – Free Lancer – para várias agências e publicações nacionais e internacionais. Em 2009 tornou-se mergulhador PADI de nível avançado com especialização em Nitrox e Fotografia Subaquática.

Mais  Zo’é do Beto Barata  >> Acervo H

Territórios Indígenas

 A Comunidade Kamaiurá

Fotos Eric Stoner

Ver mais Eric Stoner >> Acervo H

Regidos pela lua

 Pescadores da Romana

Ilha da Romana, Curuçá, Pará, Brasil.

Fotos Paulo Santos

Litoral do Pará >> Acervo H

Sangue dos Yanomami volta ao Brasil

Amostras que estavam nos Estados Unidos serão devolvidas em celebração nesta sexta-feira, 3 de abril, na aldeia Piaú/AM, com a presença de autoridades do Ministério Público Federal, Itamaraty e Funai.

A Hutukara Associação Yanomami (HAY) está organizando a devolução do sangue que foi coletado nos anos 1960 e 1970 por pesquisadores americanos e levado para os Estados Unidos sem o consentimento do povo Yanomami. A aldeia escolhida para celebração fica na região do Toototobi, Amazonas, onde se concentra boa parte das pessoas que teve seu sangue coletado. Durante a cerimônia haverá um ritual funerário com as amostras de sangue dos Yanomami que não estão mais vivos.
Ler mais >> Sangue dos Yanomami volta ao Brasil após mais de 40 anos
Fonte: Instituto Socioambiental-ISA e Programa: Rio Negro
Os Yanomami                

Reportagem Odair Leal.

Sai Reforma no Ver-o-Peso

Romaria Fluvial
Romaria Fluvial 2014

Prestes a completar 400 anos, a cidade de Belém, no Pará, receberá, no dia 23 de março, a inauguração da primeira obra do PAC Cidades Históricas no Estado: a revitalização do centenário Mercado de Peixe, que faz parte do conjunto arquitetônico e paisagístico do Ver-O-Peso, tombado pelo Iphan em 1977.
O programa é uma das frentes de atuação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Na ocasião, serão entregues também as obras da Igreja do Carmo; da Capela da Ordem Terceira; e da pequena Capela da Adoração.

As quatro construções, que contam a história de ocupação da região, agora, poderão continuar a povoar a memória de seus habitantes, em um momento, no qual o desafio da preservação patrimonial não é só o de manter estruturas e sim reforçar vínculos afetivos e as relações simbólicas, integrando-os, cada vez mais, a vida social da cidade.

Ver mais >> IPHAN

Fotos Paulo Santos

Acervo H

Mulher no Brasil: gênero em transformação.

Segundo notícia publicada no Portal Brasil, as mulheres são maioria da população, passaram a viver mais, têm tido menos filhos, ocupam cada vez mais espaço no mercado de trabalho e, atualmente, são responsáveis pelo sustento de 37,3% das famílias. Ler matéria na íntegra.

A Precariedade do Trabalho na Amazônia

 João Meirelles Filho, diretor do Instituto Peabiru, publica análise sobre a relação entre as problemáticas socioeconômicas da Amazônia e o trabalho precário, que explicaria, em boa medida, a concentração de renda, o caos social, a atitude servilista-paternalista e o coronelismo político.

Veja em sua coluna na revista Página 22

Imagens (esquerda para direita) Pecuária,  garimpo do Juma,  garimpo no Xingu, Arco de Fogo, carvoariasUHE Belo Monte
Fotos Paulo Santos