O Porto do Lixo

O lixo no Porto do Sal © Ney Marcondes.

Imagens Ney Marcondes

Porto do Sal, que fica no bairro da Cidade Velha, já foi um dos portos mais importantes de Belém, quando servia de espaço para o escoamento de produtos ribeirinhos. Suas atividades foram oficializadas em 1933 e, até hoje, teve apenas uma grande reforma geral neste período, que teria ocorrido em 1990, e hoje sofre com o abandono do poder público municipal





Anúncios

Config 1 ERS

Filhos da Terra

Com este projeto, Eraldo Peres dá continuidade
ao trabalho de pesquisa e documentação das manifestações culturais do povo brasileiro

Projeto de Eraldo Peres



Com este projeto, Eraldo Peres dá continuidade ao trabalho de pesquisa e documentação das manifestações culturais do povo brasileiro. PDF

Para conhecer mais do fotógrafo Eraldo Peres

Territórios Indígenas

 A Comunidade Kamaiurá

Fotos Eric Stoner

Ver mais Eric Stoner >> Acervo H

Sangue dos Yanomami volta ao Brasil

Amostras que estavam nos Estados Unidos serão devolvidas em celebração nesta sexta-feira, 3 de abril, na aldeia Piaú/AM, com a presença de autoridades do Ministério Público Federal, Itamaraty e Funai.

A Hutukara Associação Yanomami (HAY) está organizando a devolução do sangue que foi coletado nos anos 1960 e 1970 por pesquisadores americanos e levado para os Estados Unidos sem o consentimento do povo Yanomami. A aldeia escolhida para celebração fica na região do Toototobi, Amazonas, onde se concentra boa parte das pessoas que teve seu sangue coletado. Durante a cerimônia haverá um ritual funerário com as amostras de sangue dos Yanomami que não estão mais vivos.
Ler mais >> Sangue dos Yanomami volta ao Brasil após mais de 40 anos
Fonte: Instituto Socioambiental-ISA e Programa: Rio Negro
Os Yanomami                

Reportagem Odair Leal.

Clima, Estado de Urgência

Fotógrafos na Ilha das Onças em frente a cidade.
Belém, Pará, Brasil.
Foto Paulo Santos
12/12/2009

Concurso internacional de fotografia
Pelo quinto ano, a Fondation Alliance Française de Paris promove o Concurso Internacional de Fotografia que esse ano, com o tema “Clima, estado de urgência”, chama atenção para os problemas globais em relação ao meio ambiente. O concurso que acontece com apoio das Alianças Francesas de todo mundo, é promovido no Pará pela Aliança Francesa de Belém. O período de envio das fotografias dos interessados em participar da competição vai de 14 de janeiro a 14 de maio de 2015.

madmimi-site-copyeditado

Vida de Inseto

Ensaio de Carlos Borges

Mais Imagens  Biodiversidade>> Acervo H

Frei Henri des Roziers, o advogado dos sem-terra

Revista CartaCapital

Defensor dos sem-terra no Pará por mais de uma década, frei Henri Burin des Roziers fala do País de hoje e dos anos setenta e oitenta.

Em seu quarto no convento Saint-Jacques, em Paris, a 12 mil quilômetros de Rio Maria, pequena cidade do Pará onde defendeu na Justiça inúmeros camponeses sem-terra, o frade dominicano e advogado Henri Burin des Roziers, 85 anos, recebe CartaCapital para falar da sua experiência no Brasil, onde foi morar em 1978. Rio Maria,

campeã de assassinatos por encomenda de líderes sindicais, é conhecida como “a terra da morte anunciada e, por isso, virou símbolo da luta camponesa no Pará.
O advogado dos sem-terra pertence a uma tradicional família francesa. Estudou em Cambridge e fez doutorado na Sorbonne,  antes de se tornar alvo de matadores profissionais. Em 2005, recebeu o Prêmio Internacional dos Direitos Humanos, na França, onde, em 1994, fora condecorado com a Légion d’Honneur.

Leia entrevista CartaCapital na íntegra. >> CartaCapital

Imagens do post >> Acervo H 

Na Periferia de Belo Monte

Mais de cinco mil casas devem ser demolidas na cidade Altamira (PA) antes que o Rio Xingu seja barrado definitivamente. Cerca de três mil já foram abaixo. As ruas próximas à orla estão repletas de entulho de construção. A negociação para a demolição de outras duas mil casas prossegue entre os que vivem onde será o reservatório da usina de Belo Monte e a empresa que a está construindo, a Norte Energia. Ler toda matéria >>  Fonte:  ISA

Mais imagens Belo Monte >> Acervo H

O Poder da Memória I

Ensaio de Orlando Brito

Foto Orlando Brito
General Emílio Garrastazu Médici. Presidente do Brasil, entre 30 de outubro de 1969 e 15 de março de 1974, durante a ditadura militar do país,  governo de Médici, foi um período marcado pelo uso sistemático de meios violentos como a tortura e o assassinato.

O Mundo é redondo e dá voltinhas

Diretas Já

( Esquerda para direita ) José Sarney, Franco Montoro, Tancredo Neves, então candidato à presidência da república e Ulisses Guimarães,  assistem à procissão do Círio de Nazaré durante a campanha para a eleição de 1985 pelo colégio eleitoral.

Belém, Pará, Brasil.
Foto Paulo Santos
14/10/1984